Criptopédia

Altcoins
Altcoins são criptomoedas alternativas ao bitcoin. O sucesso do bitcoin como a primeira moeda digital peer-to-peer abriu caminho para outros seguirem. Algumas altcoins surgiram a partir de bifurcações (forks) do código-fonte do Bitcoin, com o intuito de modificar alguns parâmetros internos da rede do Bitcoin ou adicionar novas características. Atualmente, existe uma grande variedade de altcoins.

Assinatura
A assinatura criptográfica é um mecanismo matemático que permite que alguém prove ser o proprietário. No caso do Bitcoin, a carteira Bitcoin e suas chave(s) privada(s) são ligadas por alguma mágica matemática. Quando o seu programa Bitcoin assina uma transação com a chave apropriada, toda a rede poderá ver que a assinatura é igual aos bitcoins que forem gastos. No entanto, não existe uma maneira para o mundo adivinhar a sua chave privada para roubar os seus bitcoins ganhos com seu trabalho suado.

Bank to Crypto
Bank to Crypto é um serviço que permite a compra de criptomoedas com dinheiro, sem precisar se registrar em uma plataforma. Ele não exige o envio de informações pessoais.

Bit
Bit é uma unidade de medida comum usada para designar uma subunidade de um bitcoin – 1.000.000 bits é igual a 1 bitcoin (BTC). Esta unidade é geralmente mais conveniente para representar preços de bens e serviços.

Bitcoin
Bitcoin – quando começar em letra maiúscula, é usado para descrever o conceito do bitcoin, ou a própria rede por completa. Por exemplo “Eu estava aprendendo sobre o protocolo do Bitcoin hoje.”
bitcoin – em letra minúscula é usado para descrever a unidade de bitcoins na conta. Por exemplo “Eu enviei dez bitcoins hoje.” Existem também as abreviações BTC ou XBT.

Blockchain
A Blockchain é um registro público de transações Bitcoin em ordem cronológica. A block chain é compartilhada entre todos os usuários do Bitcoin. Ele é usado para verificar a permanência de transações Bitcoin e impedir duplo gastos .

BTC
BTC é uma unidade de medida comum usada para designar um bitcoin.

Fiat
Fiat, dinheiro Fiat (fiat money), moeda fiduciária ou apenas fiat, nada mais é do que a forma como é chamada a moeda corrente de cada país ou comunidade como o euro, o real ou o dólar. No mundo das criptomoedas, normalmente se dá a denominação de “dinheiro fiat” a todas as moedas que são geridas e regulamentadas por um governo central.

Fork
Fork são bifurcações da rede Blockchain. Elas acontecem quando o algoritmo de uma criptomoeda passa por atualizações, já que o sistema está em constante aprimoramento e evolução. O objetivo do fork é aprimorar o código da moeda e qualquer cripto está sujeita a passar por isso. Ainda, é possível se criar uma rede Blockchain completamente nova, usando-se como base uma Blockchain já existente (o famoso “copia e cola”), e então realizando as alterações desejadas.

ICO
ICO é o processo de criação de uma nova moeda digital para captação de recursos. O nome vem do termo em inglês Initial Coin Offering.

Mineração
Mineração é o processo de registar publicamente as transações do bitcoin, também conhecido como Blockchain. A cada transação feita, os mineradores fazem uma verificação para validá-la. E cada transação gera uma taxa, que é a recompensa dos usuários que mineram. A Blockchain é a responsável por validar transações de bitcoins legítimas de tentativas de reuso de moedas. Esse processo é gerenciado por softwares específicos instalados nos computadores.

SmartWallet
SmartWallet é a carteira multifuncional da Stratum onde são feitas operações básicas como compra, venda, retirada de moedas digitais e, até mesmo, saques de valor em real na conta bancária. A SmartWallet também oferece serviços como o pagamento de boletos ou impostos e recarga de celular utilizando criptomoedas.

StratumBlue
StratumBlue é uma cesta aberta cujo portfólio é 100% composto por criptomoedas ou operações em criptomoedas, sem dinheiro do governo envolvido. O StratumBlue utiliza uma combinação única de estratégia de índice e estratégia ativa para composição do portfólio. Os ativos do StratumBlue são adquiridos com o produto da venda do token digital BLU, que representa uma participação no fundo.