O êxodo financeiro brasileiro

exodo
O mercado brasileiro de bitcoins registrou intensa movimentação de negócios no último dia 24 de setembro, refletindo a forte oscilação do dólar ante o real, que chegou a ser cotado em R$ 4,25 ao longo do pregão, mas fechou valendo R$3,99.

Devido a atual conjuntura econômica brasileira, cada vez mais pessoas estão fugindo para um ativo mais estável e seguro, como é o caso o dólar americano.

A CoinBRroker, serviço de investimentos da corretora, observou que a compra de USD via bitcoins estava mais vantajosa que a cotação comercial do dólar americano ao longo daquela quarta-feira. Comprar a moeda americana por meio da criptomoeda estava de 2% a 3% mais vantajoso.

Segundo dados do site Bitvalor.com, cerca de 800 bitcoins foram negociados no dia, movimentando algo em torno de R$ 800 mil, valor bastante alto para o tamanho do mercado nacional.

O CEO da CoinBR, Safiri Felix, diz que a empresa aproveitou a janela de oportunidade e negociou cerca de 25% do volume total do dia. “Isso mostra a força que o nosso serviço pode alcançar”, afirma.

O que aconteceu naquele dia específico pode ser uma amostra do que ainda está por vir. Assim como foi visto com países que enfrentam crises econômicas, como são os casos de Grécia e Argentina, a tendência é que a população desmonte suas operações na moeda local e partam para o dólar americano, o que provocará uma intensa pressão de compra. Com opções no mercado atual, como os cartões da ADVcash e da Xapo, ficou mais fácil comprar dólares americanos utilizando bitcoins.

“Teremos uma demanda bastante acentuada por dólar e cada vez mais gente sabendo que o bitcoin pode ser uma alternativa mais barata e eficiente que o mercado de câmbio tradicional”, analisa Felix.

Deixe um comentário