O que esperar do mercado de criptomoedas em 2020

Após um ano de fortes emoções como foi 2019, o que podemos esperar de 2020? O bitcoin terminou o ano melhor cotado do que começou, mas o meio do percurso ofereceu aos investidores uma montanha russa para ganhos de curto prazo.

Notícias como a criação da Libra (a criptomoeda do Facebook), o lançamento de bolsas de contratos futuros de bitcoin como a Bakkt nos Estados Unidos, de escândalos de fraudes financeiras em diversos países e da criação da criptomoeda estatal Chinesa entre outras notícias, deram o tom das altas e baixas das cotações das criptomoedas neste ano que passou. 

Para 2020, já no primeiro semestre temos o tão esperado halving (leia mais em bit.ly/halvingbtc) que acontecerá em meados de maio, mesmo período do famoso evento Consensus que acontece anualmente em New York e que costuma mexer com o mercado cripto de maneira positiva. Já começamos o mês de janeiro com a notícia de que o governo sul coreano recomenda que o bitcoin seja listado diretamente na bolsa de valores do país, trazendo a criptomoeda para o dia a dia de investidores tradicionais e dando ainda mais visibilidade e confiabilidade ao mercado cripto (leia a notícia em: bit.ly/btcCoreiSul)

Aqui na Stratum, acreditamos que 2020 será um ano de romper as barreiras que os escândalos financeiros levantaram e de melhor entendimento com os órgão reguladores do Brasil mas que sim, é um ano que já começa promissor, com notícias animadoras em diversos países e tendo presenciado uma alta de mais de 10% no valor do bitcoin já nesta primeira semana do ano.

Deixe um comentário